domingo, 16 de setembro de 2018

Uma visita muito especial ao Parque das Águas de Caxambu

foto 1 Carlos Fernando Delphin, foto 2 Graça Pereira Silveira e Carlos Fernando Delphim, foto 3, aspecto do Parque das Águas, foto 4: da esquerda para direita: Antonio Hoyuela, Maria Antonia Barreto, Carlos Fernando, Magnus Luderer, Vander Silveira, Graça   Pereira Silveira.
Com a ajuda de Graça Pereira Silveira e de Cristiani Magalhães, pesquisadora e interessada nas obras de Francisco da Silva Reis conhecido como Chico Cascateiro, criou-se a iniciativa de trazer dois arquitetos e urbanistas para um encontro muito especial no Parque das Águas de Caxambu.

As visitas chegaram

E foi em 24 de agosto que as visitas chegaram. Elas vieram a convite dos amantes do parque para coletar informações e contribuir com ideias para o projeto de um geoparque. Além disso, discutiu-se a possibilidade de o Parque das Águas se tornar parte do acervo da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura - Unesco.

Temos o prazer de apresentar esses dois arquitetos e urbanistas que deram parte do seu tempo para uma visita à cidade: Antonio Hoyela Jayo e Carlos Fernando Moura Delphim. Antonio é especialista em planejamento urbano e territorial, consultor da Unesco e do Instituto Patrimônio Histórico Nacional – Iphan. Carlos Fernando é pioneiro na defesa dos jardins históricos no Brasil e também trabalhou no Iphan.* 

Mas mais que tudo, eles são cidadãos amantes de Caxambu. Os pais de Carlos Fernando se conheceram quando se hospedaram no Hotel Lopes, onde sua mãe tocava piano. Se casaram e, numa das idas e vindas à cidade, constataram que sua mãe estava grávida. Foi o "made in Caxambu". (foto)

Durante a visita, Antonio e Carlos Fernando compareceram à 8° Audiência Pública em 24 de agosto, na Câmara Municipal de Caxambu, para discutir a grave situação em que se encontra o Parque das Águas.

Tudo é possível 

A visita não teria sido possível sem a ajuda de várias pessoas engajadas no evento como Maria Antonia Muniz Barreto, da Ampara, os proprietários do Hotel Bragança além de cidadãos que cotizaram para o custeio das despesas. A todos aqueles que trabalhavam para realização do evento, os nossos agradecimentos. A visita poderá trazer frutos para a conservação e preservação do nosso Parque. 

Fonte:
(*) Escavador
Fotos:
Graça Pereira Silveira
arquivo privado de Carlos Fernando Delphim
Agradecimentos:
Julio Jeha

Um comentário:

  1. Quando lutamos por um ideal temos força para buscar todas as ajudas necessárias para realiza-Los. É isto que estamos fazendo pelo nosso parque e nossas águas de Caxambu!
    Precisamos de todos juntos na nossa luta!

    ResponderExcluir